O filtro de ar pode salvar vidas?

Em 1999, ocorreu um acidente trágico de um camião belga no túnel do Monte Branco, no qual morreram 39 pessoas. De acordo com muitas opiniões, a causa do acidente foi um cigarro lançado pelo veículo da frente que provocou o incêndio do filtro de ar e, consequentemente, de todo o veículo.

As conclusões da análise da catástrofe do Monte Branco levaram à utilização, por principais fabricantes, de filtros com uma impregnação especial impregnação especial de agentes filtrantes, garantindo a autoextinção da chama logo após a ignição.

fp_0014_15

Os filtros de ar FILTRON têm os agentes filtrantes que, de acordo com a classe de inflamabilidade F1 ou S1, não suportam a chama e podem proteger os passageiros contra fogos no veículo no caso de aspirar uma ponta de cigarro pelo sistema de admissão.

O efeito de autoextinção do filtro inflamado é obtido pela impregnação do agente filtrante enriquecido de maneira especial com resina. Embora o meio impregnado possa inflamar, o fogo inflamatório apaga-se rapidamente, causando perdas mínimas e não permitindo a propagação do fogo.

O efeito da autoextinção resulta das caraterísticas da resina com a qual se impregnam os filtros:

  • a liberação de nitrogênio (N2), que suprime a fonte da chama
  • separação da água, diminuindo a temperatura do agente filtrante abaixo da temperatura de ignição.
  • libertação do ácido que causa a oxidação das fibras celulósicas, que adquirem propriedades não inflamáveis.

---

A gama de produtos da FILTRON conta com mais de 2700 referências e garante a cobertura de 97% do mercado europeu de veículos de passageiros. A alta qualidade dos filtros da marca FILTRON é apreciada por mecânicos. Todos os anos mais de 36 milhões dos filtros da FILTRON chegam às mãos de mecânicos de todos os países europeus.

VOLTAR PARA OS FATOS INTERESSANTES

Leia também: